quarta-feira, 8 de Agosto de 2007

vida de cego.

Olá,
Como já sabem, tenho 16 anos. Agora o que penso que alguns n saibam é que eu sou cego. sim ouviram bem, eu sou cego. n tenho vergonha de o dizer, pelo contrário, tenho muito orgulho.
Estou cego à seis anos. Durante estes anos tenho vivido experiências como nunca tinha imaginado.
Sim, claro. Ser cego n é fácil, ninguém diz isso. Por vezes tenho dias em que só me apetece desaparecer. Mas isso são dias. E por vezes a culpa é das pessoas que nos rodeam, porque se metem a mandar bocas do estilo: "olha o cegueta, olha o ceguinho, coitadinho n vê" etc, etc. Apesar de eu pessoalmente pensar "deixa-os tar", é difícil.
Agora há uma coisa. Ok, vida de cego n é fácil, agora n venham para´aí dizer: "como é que tu vais fazer a tua vida?, quando tiveres namorada, arranja uma que veja, se n como é que tu e ela fazem a tua vida?, queres ter filhos cegos?".
Era o que faltava!
Primeiro: Conssigo fazer a minha vida sózinho. Hoje em dia muitos locais já estão adaptados.

Segundo: N vou namorar com uma pessoa de quem gosto porque ela é cega? vão esperando sentados!

Terceiro: Se os filhos vierem cegos, que venham! qual o problema! Eles podem ser cegos, mas o que interessa acima de tudo é que eles cresçam felizes e contentes!


Bom... fico por aqui, já estou a escrever de mais...

Cumprimentos a todos,

11 comentários:

audio_musica disse...

Olá amigo.

Costumo dizer que a vida, para quem luta por ela, não é fácil.

Como bem sabes, também sou cego praticamente desde nascença, e, verifico que há medida que a idade me avança (já lá vão 26 anos) e os objectivos surgem, as dificuldades são mais que muitas.

Mas sinto-me feliz por viver tudo o que vivi até agora. Sofrimentos, vitórias..., tudo contribui para o nosso amadurecimento.

Quanto ao facto de muitos pensarem que de um casal cego há uma maior possibilidade de aparecerem filhos cegos, olha, na verdade não sei se é assim mesmo, porque a ciência está a evoluir, e já ouvi dizer por aí que há tendência a nascerem cada vez menos crianças cegas. A confirmar-se, seria uma boa notícia.

Mas é engraçado, meu amigo, porque na passada segunda-feira fui sair com um amigo e paramos numa esplanada. A uma dada altura, estávamos a falar de namoro, casamentos, etc, e ele disse precisamente que o facto de eu ser cego e namorar com uma rapariga cega, não iria dar certo. Perguntei-lhe porquê, ao que me respondeu prontamente que a nossa vida ia ser muito complicada, que havia raparigas que viam e me podiam fazer felizes, não poderíamos passear como os outros, por ela não poder conduzir, etc, etc.

Pergunto:
Será que é mesmo assim?Será que só um casal cego não pode ser feliz?

Resposta:
claro que pode. Basta ter condições para tal, que passam, na minha opinião, por viverem num sítio acessível, isto é, onde tenhamos acesso, por meio de transporte ou mesmo a pé, a sítios onde as nossas maiores necessidades se possam satisfazer. Neste ponto, inclui-se supermercados, farmácias, etc.

Juntando a isto tudo uma boa reabilitação, acho que não há problema algum no facto de dois casais cegos contraírem o matrimónio.
E a maior felicidade reside no amor, carinho, compreensão, e que eu saiba as pessoas cegas podem perfeitamente ter estes dons, como as demais.

Bom, fico por aqui, que a mensagem já vai longa, mas espero ter contribuído para a reflexão de quem visitar este blog.

Um abraço,

Tiago Duarte

Anónimo disse...

olá nelsno, eu n te conheço muito bem, mas acho que tens razão no que disses te!acredito que a vida de cego n seja facil, porem no que diz respeito ao amor, deves amar com o croação n com os interesses dos outros!
que sejas feliz ...muitos bjinhos
muita força para todas as pessoas cegas, estou connvosco
rosária rego a rosairita

Anónimo disse...

parabens pelo blog e pelos textos!

valfredo disse...

Em minha opnião as pessoas devem ajudar os deficientes visuais, porem tratá-los como normais para não constrange-los, mas tenho certeza que existem muitos deficientes visuais felizes, está faltando é a compreensão de muitos.

Valfredo Santos Passos

Itatim-BA.

Anónimo disse...

Olá meus amigos!

Corajoso e perseverante é o homem cego que tem vontade de viver! Não sinto pena. Ao invés, inspiro-me; tem a dureza da rocha e a grandeza no coração!

Envio mensagem que, espero, seja proveitosa:

MENSAGEM AOS CEGOS

BEM-AVENTURADOS AQUELES QUE TÊM OS OLHOS FECHADOS
*esta comunicação foi dada a propósito de uma mulher cega, para a qual evocou-se o espírito de João Maria Batista Vianney, o "Santo Cura de Ars".


"Meus bons amigos, por que me haveis chamado? É para me fazer impor as mãos sobre a pobre sofredora que está aqui, e a cure? Ah! Que sofrimento, bom Deus! Ela perdeu a vista e as trevas se fizeram para ela. Pobre criança! Que ore e espere; nao sei fazer milagres, sem a vontade do bom Deus. Todas as curas que pude obter, e que vos foram assinaladas, não as atribuais senão àquele que é nosso Pai em tudo.

Em vossas aflições, portanto, olhai sempre o céu, e dizei, do fundo do vosso coração: 'Meu Pai, curai-me, mas fazei que minha alma doente seja curada antes das enfermidades do meu corpo; que minha carne seja castigada, se preciso for, para que minha alma se eleve até vós com a brancura que tinha quando a criastes'. Depois desta prece, meus bons amigos, que o bom Deus ouvirá sempre, a força e a coragem vos serão dadas e, talvez, também essa cura que não tereis pedido senão timidamente como recompensa da vossa abnegação.

Mas, uma vez que eu estou aqui, numa assembléia onde se trata, antes de tudo, de estudos, eu vos direi que aqueles que estão privados da vista deveriam se considerar como os bem-aventurados da expiação. Lembrai-vos de que o Cristo disse que seria preciso arrancar vosso olho, se ele fosse mau, e que valeria mais que ele fosse lançado ao fogo do que ser causa de vossa perdição. Ah! Quantos há sobre a vossa Terra, que maldirão um dia nas trevas terem visto luz! Oh! Sim, são felizes estes que, na expiação, são atigidos na vista! Seu olho não será motivo de escândalo e de queda; podem viver inteiramente a vida das almas; podem ver mais que vós que vedes claro...Quando Deus me permite ir abrir as pálpebras de algum desses pobres sofredores e devolver-lhes a luz, digo a mim mesmo: alma querida, por que não conheces todas as delícias do Espírito, que vive de contemplação e de amor? Tu não pedirias para ver imagens menos puras e menos suaves do que aquelas que te é dado entrever em tua cegueira.

Oh! Sim, bem-aventurado o cego que quer viver com Deus; mais feliz que vós, que estais aqui, ele sente a felicidade, toca-a, vê as almas e pode se lançar com elas nas esferas espirituais que os próprios predestinados da vossa Terra não veem. O olho aberto está sempre pronto para fazer a alma falir; o olho fechado, ao contrário, está sempre pronto a fazê-la alçar para Deus. Crede-me bem, meus bons e caros amigos, a cegueira dos olhos é, frequentemente, a verdadeira luz do coração, enquanto que a vista é, frequentemente, o anjo tenebroso que conduz à morte.

E, agora, algumas palavras para ti, minha pobre sofredora: espera e tem coragem! Se te dissesse: minha filha, teus olhos vão se abir, como serias ditosa! E quem sabe se essa alegria não te perderia? Tem confiança no bom Deus que fez a felicidade e permite a tristeza! Farei por ti tudo o que me for permitido; mas, a teu turno, ora e, sobretudo, medita em tudo o que acabo de te dizer.

Antes que me afaste, vós todos que estais aqui, recebei minha bênção". (VIANNEY, cura d'Ars, Paris, 1863 - O Evangelho Segundo o Espiritismo)

Anónimo disse...

Ola! Amigo sei o q vc passa naum é facil pois a vida de um cego é muito ruim pois o meu professor vez eu e os meus amigos passar por isso pois naum é facil por isso eu entendo vc e estou aqui para dizer para vc q naum ligue para o q os outros dizem pois somos iguais nós naum temos nenhuma difernça pq somos iguais e é pos isso q estou escrevendo esse comentario para vc um beijão e xauu, xauu!!

Anónimo disse...

Sabe porque somos iguais dependente de cor ou de raçá ninguem é diferente de ninguem pois naum liga para o q os oytros falam ou deixa de falar se os filhos vierem cegos pois naum é seus, como vc falou o inportante é q eles creçam sabemdo q a felisedade é a melhor coisa q exista na vida da gente !!! deixando outro comentario!!beijãoooo

Anónimo disse...

Sabe porque somos iguais dependente de cor ou de raçá ninguem é diferente de ninguem pois naum liga para o q os oytros falam ou deixa de falar se os filhos vierem cegos pois naum é seus, como vc falou o inportante é q eles creçam sabemdo q a felisedade é a melhor coisa q exista na vida da gente !!! deixando outro comentario!!beijãoooo

Anónimo disse...

Sabe porque somos iguais dependente de cor ou de raçá ninguem é diferente de ninguem pois naum liga para o q os outros falam ou deixa de falar se os filhos vierem cegos pois q veam naum é seus, como vc falou o inportante é q eles creçam sabemdo q a felisedade é a melhor coisa q exista na vida da gente !!! deixando outro comentario!!beijãoooo

Alves disse...

Duas perguntas:

1. Quem lê estes comentários para você? Existem programas ledores de sites na internet? Eles funcionam bem?
2. Como é tua locomoção? Usas bengala ou cão guia? Sabes como é para ter um cão guia? Quanto custa (se é muito caro) e se a pior dificuldade é o preço, a falta desses animais (dada a dificuldade em treiná-los) ou outro fator?

Estou pensando em treinar cães para serem guias de cegos, a fim de os auxiliar em sua mobilidade e maior independência, mas parece que os custos são muito altos e - infelizmente - necessitam de compensação, inclusive financeira, posto que o treinador investe seu tempo e dinheiro na empreitada,.

Anónimo disse...

gostaria de te parabenizar pela iniciativa.
eu estava fazendo um laboratório para um espetáculo teatral sobre a cegueira e me deparei com esse blog sensacional.
fiquei impressionado com a convicção em suas palavras que demonstra sua independência e a sua capacidade superior ate mesmo de pessoas que tem uma boa visão.
pessoas que enxergam a vida de maneira banal que não fazem nada contra a verdade latente da sociedade capitalista que valoriza somente as coisas materiais e deixam para traz momentos que poderiam ser bem melhor aproveitados mais que ficam marcados pelo consumismo e pela falta de ética e de moralismo.

de : Tiago
12 anos